15 de jun de 2018

Resenha Clear Pele - Sérum Clareador - Abelha Rainha


Minha relação com a pele é bem complicada, sempre que me descuido por alguns dias é quase certeza que as espinhas virão com tudo e para piorar a situação é muito difícil para mim ver uma espinha no meu rosto e ter a paciência de esperar que ela seque, vou logo espremendo e isso acaba fazendo com que fique uma "marca" no local. 

Foi em uma dessas situações que o sérum clareador da Abelha Rainha entrou na minha vida. Já estava com algumas marcas de espinhas no rosto mais na região da testa, até que uma resolve aparecer literalmente no meio da minha testa e eu acabei espremendo e o resultado foi uma mancha terrível no meu rosto. 

Encontrei o Clear Pele no site da loja online "Mais Vaidosa" e gostei bastante da descrição do produto que prometia o clareamento gradual da pele facial e resolvi comprar. E agora à um mês e meio usando o produto resolvi contar minha experiência e dividir meus resultados com o sérum clareador. 


Primeiro, vou descrever algumas informações do produto e algumas de suas características:

O Clear Pele é um sérum clareador com vitaminas C e E e promete inibir a atividade da tirosinase (uma enzima que tem como produto a melanina), reduzindo a quantidade da própria melanina na pele, consequentemente promovendo o clareamento. 

O produto, que vem em uma embalagem de 30 gramas, é um creme branco quase líquido, com um aroma agradável e rende bastante.

Entre seus ativos estão: 

Ácido Kójico: É um agente despigmentante de origem natural. Atua de diferentes formas na inibição e redução interferindo na biossíntese da melanina. Não causa alergias. 

Ácido Glicólico: Possui a capacidade de esfoliar a pele, de clareá-la e de estimular síntese de colágeno na derme, pode tornar a pele mais fina, sedosa, clara e ainda reduzir as cicatrizes de acne. 

Vitamina E: Melhora a cicatrização, age como lubrificante e hidratante para a pele, aumenta a firmeza da pele e participa da formação do colágeno. 

Vitamina C: Combate manchas escuras, é essencial para a construção do colágeno, é antioxidante e estimula a regeneração celular. 


Essa foto acima foi tirada no primeiro dia em que comecei a usar o Clear Pele e como vocês podem ver, estou com uma mancha no centro da testa bem forte e escura resultante de um espinha que espremi e acabou inchando. Também tenho outras manchinhas menores, porém o foco principal ao comprar o sérum clareador era essa macha maior. 


Aqui é o resultado depois de usar o produto da abelha rainha por um mês e meio, todos os dias da semana a noite com a pele limpa antes de dormir. A mancha central que me incomodava MUITO está bem clara e já consigo fazer com que ela fique imperceptível apenas com um pouco de corretivo (antes, até com corretivo estava difícil) e mesmo eu não passando o produto com a mesma intensidade nas outras manchas também notei que elas estão clareando. 

O Clear pele da Abelha Rainha realmente funciona?


A minha experiência com o sérum clareador está sendo muito positiva, notei um clareamento real na área que eu tenho mais manchas no rosto que é a testa e devido as propriedades de hidratação que o Clear Pele possui com as vitaminas C e E na fórmula do produto também estou notando que minha pele está mais hidratada, quem tem problemas com a pele um pouco mais seca sabe quando isso muda um pouco e eu tenho percebido essa mudança.
De maneira geral eu aprovei o produto e recomendo. 

13 de jun de 2018

5 motivos para você assistir a série Handmaid's Tale


Tenho muita dificuldade para começar a ver séries novas, principalmente porque já assisto dezenas e está começando a ficar difícil de acompanhar todos os episódios delas e continuar fazendo todas as coisas que a gente precisa fazer no dia a dia e foi difícil para me convencer a ver Handmaid's Tale, principalmente porque eu não gosto muito de séries que sejam muito fictícias (no sentido de terem coisas que realmente não existem), mas como a internet toda estava falando do quão necessária Handmaid's Tale é, comecei a ler algumas resenhas sobre e também fui conferir o trailer no youtube e UAU(!!!) tudo me pareceu tão absurdo, mas ao mesmo tempo tão real que não tive outra alternativa a não ser esquecer qualquer outra série que estava acompanhando e devorar a primeira temporada de Handmaid's Tale em poucos dias.

A série é transmitida pela plataforma "Hulu", mas infelizmente ainda não tem no Brasil (tudobom meninas?) e é baseada no livro de mesmo nome da autora Margaret Atwood, lançado em 1985.
Basicamente a série conta uma história que se passa nos EUA, que agora se chama "República de Gileade" depois que um governo totalitário e teocrático religioso dominou o país em meio a uma crise causada pela queda da taxa de fertilidade no mundo todo por conta da poluição e pelas doenças sexualmente transmissíveis.

E quem foram os prejudicados nisso tudo? As mulheres(!!!), pois perderam todos os direitos, como ter dinheiro, propriedades, liberdade e nem poder sobre o próprio corpo. As mulheres que são férteis foram "recrutadas" a serem handmaid's (servas) dos governantes de Gileade onde são estupradas para que possam ter filhos para os casais dos quais elas servem e pior, tudo isso é feito como uma espécie de ritual religioso no qual eles citam "Deus" o tempo todo. Sim, é assustador.

Offred (June) sendo preparada para o "ritual" que na verdade é um estupro
Essa é a principal trama da série, mas é claro que existem muitas outras histórias que são reveladas conforme o desenvolver dos episódios e acredite: só fica pior!

Abaixo listei 5 motivos pelos quais Handmaid's Tale é uma série que vale muito a pena assistir:

O assunto que a série propõe é muito importante

Eu sei que o objetivo de muitas pessoas ao ver uma série é buscar fugir um pouco da realidade, não é atoa o sucesso de séries como "Supernatural" ou "The Walkind Dead" e mesmo que Handmaid's Tale não seja uma série que conta exatamente o que acontece na nossa vida real não é preciso ter um pensamento crítico e profundo para perceber muito do que a série diz e fazer links automáticos o tempo todo com a nossa sociedade. 

O fato de as mulheres terem perdido totalmente seus direitos nos lembra de muitas coisas horríveis que já foram realidade no mundo todo, os diretos que certas populações como as próprias mulheres e LGBT's, por exemplo, possuem hoje foram conquistados com o tempo e com muitas lutas, para perceber o quanto isso pode parecer real, até hoje em alguns países do mundo as mulheres ainda precisam lutar para ter acesso à educação e ser LGBT é crime e assim como na série, quem apoia coisas como essas usam de uma filosofia extremista para justificar esses fatos. 

Logo, Handmaid's Tale mesmo sendo uma série baseada em uma história de um livro de 1985, aborda assuntos que precisam serem discutidos porque são reais. Direitos de minorias e a perca deles é real, o direito sobre o próprio corpo que muitas vezes as mulheres não possuem é real e por mais que isso cause muitas polêmicas é importante sempre lembrar o porquê de esses assuntos serem tão necessários. 

Handmaid's Tale nos deixa incomodados, mas curiosos

Uma das diversas qualidades que eu gosto muito nessa série é que não existem rodeios para tocar nos assuntos, é muito claro o que acontece em Gilead e quem está assistindo vez ou outra fica muito desconfortável com certas cenas, como o estupro das handmaid's e até mesmo as cenas nas quais elas são castigadas por terem desobedecido alguma ordem, sem falar no fato de todas as atrocidades que acontecem serem justificadas como algo divino ou algo que está sendo feito em nome de "Deus".  

Enfim, tudo causa desconforto nessa série, inclusive a cor dela. Os tons são meio apagados, sempre vemos muito verde e claro, o vermelho forte das roupas que as handmais's usam, sem falar na espécie de "chapéu" que impede que elas olhem para os lados que elas são obrigadas a usar quando estão fora da casa de seus comandantes. 

E é justamente esse incômodo que nós deixa ainda mais curiosos sobre esse universo que a série tem. 

Entendemos de uma forma radical a importância de movimentos de minorias

Muitas pessoas acham uma bobagem quando acontecem passeatas e protestos de minorias sociais reivindicando mudanças ou lembrando de fatos que já aconteceram e isso tem muito a ver com Handmaid's Tale. 

Na série as mulheres perdem todos os direitos, LGBT's são mortos e famílias que já existiam vivem uma vida regrada e com muito medo. Essa história já foi realidade em muitos lugares no mundo e graças a movimentação desses grupos que eram afetados por esse totalitarismo e também por pessoas que não concordavam com essas "regras" sociais que aos poucos as coisas foram mudando e grupos de minorias com o passar do tempo começaram a conquistar direitos. 

E sabendo que esses direitos que muitas pessoas possuem hoje foram conquistados é sabido que eles podem perdê-los também. No contexto do Brasil, são frequentes as ações de políticos que tentam derrubar leis e melhorias que ajudam muito quem faz parte de minorias sociais. 
É claro que Handmaid's Tale conta uma história extrema, mas o paralelo entre a série e a vida real pode ser muito interessante para entender e ter simpatia. 

A atriz Samira Wiley (Poussey de OITNB) está na série 

Todo mundo que assiste Orange Is The New Black ficou revoltado com a morte da Poussey que era uma personagem bastante querida da série, mas a boa notícia é que a atriz já está de volta e dessa vez em Handmaid's Tale! 

Um fato interessante é que a personagem que a Samira faz em Handmaid's Tale também é lésbica, assim como a Poussey e as personagens são bem parecidas, inclusive, muitas pessoas criticaram essa parte, mas eu que ainda não tinha superado a morte da Poussey em OITNB fiquei muito feliz quando vi essas semelhanças.

Em Handmaid's Tale a personagem da Samira Wiley se chama Moira e é melhor amiga da protagonista da série Offred (June).

A série é premiada

Sabemos que uma série é realmente boa quando ela leva praticamente todos os prêmios em premiações especializadas em produções artes e TV e Handmaid's Tale foi praticamente levou quase todos do Emmy de 2017, lembrando que era a primeira temporada da série! 

Emmy: Melhor série dramática, melhor atriz em série dramática (Elisabeth Moss), melhor atriz coadjuvante em série dramática (Ann Dowd), melhor atriz convidada em série dramática (Alexis Bledel), melhor direção em série dramática (Reed Morano), melhor roteiro em série dramática (Bruce Miller), melhor roteiro de produção em série de narrativa contemporânea ou fantasia, melhor fotografia de câmera única.

Globo de Ouro: Melhor série dramática, melhor atriz em série dramática (Elisabeth Moss).

Critics Choice Television Awards: Melhor série dramática, melhor atriz em série dramática (Elisabeth Moss) e melhor atriz coadjuvante em série dramática (Ann Dowd)

Producers Guild Of America Awards: Melhor série dramática. 


Você já assistem Handmaid's Tale? Gostou da indicação? Comente!

11 de jun de 2018

Calça masculina com listra lateral

Uma das grandes tendências em 2018 são as calças com listras na lateral. Se antes elas eram presenças garantidas em calças de marcas esportistas, hoje elas estão por todos os lados, principalmente no street style


A moda e o esporte sempre trocaram figurinhas e cada vez mais se envolvem no sentido de marcas que aproveitam a visibilidade de determinados esportes para divulgar suas roupas, podemos citar marcas como Adidas - que inclusive foi a precursora ao usar listras como parte de sua logomarca - e também a Lacoste - que foi fundada por um tenista, Nike e muitas outras. 

A tendência das calças com listras nas laterais mistura uma estética esportiva com uma estética limpa e básica e é bem versátil podendo ser aderida por muitos estilos. As calças podem ser com uma listra mais grossa, duas ou três listras mais finas com cores variadas e também podem ser aplicadas em diversos tecidos, não se restringindo apenas as calças esportivas.


Como usar calça com listra lateral 


Uma das maiores características dessa tendência é que você pode aplicá-las em diversos tipos de calças, desde a calça tradicional de esporte até a calça de alfaiataria, então a versatilidade é enorme podendo combinar com muitos estilos. 


Usar outras peças que tenham a mesma cor da listra na lateral da calça deixa o look todo harmonioso.

@chubbyguatermelon
A calça combina muito com outras roupas que também remetem ao esporte, então tênis com um estilo mais descolado e também jaquetas são uma boa opção. 



A calça com listra na lateral é bem versátil e também pode ser usada em composições mais sóbrias. 


Modelos usados nos desfiles da Dolce Gabbana, Alexander McQueen e Topman respectvamente. 

Comprar calças com listra lateral masculinas



1 - Adidas 
2 - CeA 
3 - Renner 
4 - Halfway 
5- CeA 
6 - Farfetch 


DIY calça masculina com listra lateral 

Nem sempre encontramos esse modelo de calça masculina com listra na lateral da forma que queremos e a boa notícia é que é muito fácil fazer uma calça assim, basta comprar uma fita gorgurão da cor ou estilo que você quer e colar com cola especial para tecido ou costurar. É muito simples! 

Você gostou dessa tendência? Usaria? Comente!

8 de jun de 2018

10 roupas plus size para este inverno

O frio finalmente chegou e em 2018 as previsões são de temperaturas bem baixas, por isso já está na hora de pensar em looks de inverno e pensando nisso resolvi fazer uma pequena lista de roupas plus size de frio que eu compraria.  

Adoro ficar garimpando lojas online de roupas plus size masculinas, já que ainda não existem muitas opções nas lojas físicas e sempre vou salvando links de lojas que eu acho legais e que eu pretendo comprar. 

Procurei escolher blusas, moletons e jaquetas plus size bem variadas, algumas bem básicas que todo mundo usaria e outras mais específicas e mais descoladas para quem curte. Caso queiram saber mais sobre elas o link de todas estão no post. 

Obs: Este post não é patrocinado por nenhuma marca. 
Obs1: A jaqueta 3 é "feminina", mas como gostei muito e não acredito que roupas tenham gênero, decidi colocar ela na lista também. 


1 - Moletom PUMA com detalhes coloridos 

2 - Jaqueta em couro ecológico

3 - Jaqueta estilo Sport nas cores pêssego e bordô 

4 - Moletom com zíper "Stranger Things"

5 -  Jaqueta preta com elastano

6 - Moletom Swag cinza longo

7 - Jaqueta com estampa militar

8 - Blusa long line de moletom

9 - Moletom fechado "Not You Babe"

10 - Moletom Orgulho LGBT

Qual a sua preferida? Tem mais blusas de frio legais para indicar? Comente!

6 de jun de 2018

A nova geração de cantores Latinos

A América Latina sempre contou com grandes representantes na música, quem não conhece artistas como Shakira, Thalía, Rick Martin, Enrique Iglesias e Alejandro Sanz? Sim, eles fazem parte do rol de cantores latinos que conquistaram o mundo com suas músicas e quebraram a barreira de serem tocados apenas em seus países para divulgar suas músicas em todos os lugares. 
Se antes os cantores latino americanos entravam em músicas apenas como convidados hoje percebemos que o jogo virou e são cantores de outros países que são convidados para participarem de sucessos latinos. Em 2017, por exemplo, a música Despacito estourou mundialmente, tanto que logo em seguida foi lançado um remix da música com o cantor canadense Justin Bieber


Os cantores latinos estão cada vez ganhando destaque no cenário da música mundial, provando que é possível ultrapassar preconceitos com ritmos ou idiomas quando existe talento para fazer música.
Artistas e grupos como Pablo Alborán, Jessey Joy, Romeo Santos, Wisin, Farruko e Ozuna são grandes apostas da música latina e já fazem sucesso em seus países. Quem sabe logo não teremos mais um sucesso mundial vindo por aí? Guardem esses nomes! 

Confira abaixo, uma lista com os principais cantores e grupos latinos da nova geração que estão dominando as paradas musicais da atualidade: 

Maluma

Juan Luis Londoño Arias, nasceu em 28 de Janeiro de 1994 em Medellín na Colômbia e é conhecido mundialmente por seu nome artístico Maluma. O cantor começou sua carreira musical em 2010, seu primeiro single "Farandulera" foi um sucesso nas rádios locais e logo a Sony Music resolveu assinar com o cantor e grava seu primeiro álbum de estúdio. Em 2012, Maluma lançou seu primeiro CD "Magia", o singles desse trabalho foram "Obsesión", "Miss Independent", "Pasarla Bien" e "Primer Amor". Em 2013, o cantor lançou a música "La Temperatura" em parceria com a cantora também látina Eli Palacios, como primeiro single de sua nova mixtape intitulada "PB.DB The Mixtape" e foi com essa música que Maluma conseguiu entrar para as paradas dos EUA, chegando a alcançar o 25 lugar da Billboard Latina. 
Em 2014, Maluma lançou vídeos para as musicais para singles que fariam parte de sua mixtape, colocaborou com a música "Olé Brasil" gravada para a Copa do Mundo, apresentou "La Temperatura" no Premios Juventud, pariticipou como juiz/treinador do The Voice Kids da Caracol Television e em Agosto do mesmo ano apresentou o prêmio Kid's Choice Awards da Colômbia. 
Já em 2015 o cantor lançou sua mixtape com o compilado de vários singles, no final do mesmo ano, Maluma lançou seu segundo disco de estúdio, chamado "Pretty Boy, Dirty Boy" com singles como "El Perdedor", "Sin Contrato" que entraram no Top 10 da Billboard de músicas latinas. 
Em 2016, colaborou com artistas como Thalía na música "Desde esa noche", Ricky Martin em "Vente Pa' Ca" e com a Anitta em "Sim ou Não". Em 2017, Maluma embarcou na turnê de seu segundo disco e também colaborou com a cantora Shakira na música "Chantaje" e logo lançou seu novo single "Felices Los 4" que se tornou seu quinto top 5 na parada das músicas latinas. O cantor começou 2018 participando da música "Trap" novamente com a Shakira e em 18 de Maio lançou seu terceiro disco de estúdio intitulado "F.A.M.E" que já conta com os singles "Felices Los 4", "Corazón" e "El Préstamo". 


Luis Fonsi 


Luis Alfonso Rodriguez Lopez-Cepero nasceu em 15 de Abril de 1978 em San Juan, Porto Rico, conhecido como Luis Fonsi o cantor e compositor se identificava com música desde criança, participando de grupos de música na época escolar. Em 1995, Fonsi começou a estudar música e também entrou para o coral da universidade, ganhou uma bolsa para especialização em performance vocal e viajou o mundo todo com o coral da universidade, logo depois a Universal Music ofereceu um contrato ao cantor. 
Em 1998, Luis Fonsi gravou seu álbum de estreia chamado "Comenzaré" que teve como singles músicas como "If  You Wanted", "Perdoe-me", "Tell Me Like" e "I'll Go", o trabalho atingiu o número 11 na parada latina da Billboard, o CD foi um sucesso em toda a América Latina fazendo com que o cantor ficasse conhecido pelos países latinos. Em 2000, Fonsi lançou seu segundo CD "Eterno" e foi ainda mais bem sucedido que o primeiro com singles como "Imagíname Sin Ti", "No Te Cambio por Ninguna", "Eterno", "Mi Sueño" e "Seria fácil", no mesmo ano ele também gravou um dueto com a Christina Aguilera para seu álbum em espanhol. Em Abril de 2001, o cantor lançou um CD de remixes de seus primeiros dois trabalhos. Em 2002, Fonsi lançou seu terceiro álbum de estúdio "Amor Secreto" em Julho do mesmo ano o cantor também lançou o CD "Fight The Feeling" em inglês, tudo isso enquanto abria os shows da turnê "Dream Within a Dream Tour" da Britney Spears nos EUA e México. Em 2003 o cantor lançou seu quinto CD chamado "Abrazar La Vida" que também vendeu muito e abriu mais caminhos internacionais para o cantor, dessa vez na Europa. Em 2005, Luis Fonse lançou seu sexto CD "Paso a Paso" que estreou em número um e o lançou de vez no mercado internacional. O sétimo disco foi lançado em 2008, com o título "Palabras del Silencio" o CD ficou na posição número um por várias semanas e pela primeira vez o cantor entrou na Billboard Hot 100 dos EUA com a música "No Me Doy Por Vencido". Com esse trabalho em 2009 o cantor ganhou um Grammy Latino com a música "Aquí Estou Yo". 
Em 2011, Fonsi lançou o CD "Tierra Firme" e fez uma turnê para promover o álbum em toda a América Latina. Em Julho do mesmo ano o cantor ganhou o título de "Líder da nova geração da música Latina" pela Billboard. Em 2014, Fonsi lançou seu oitavo disco, chamado "8" com singles como "Corazón em la Maleta", "Llegaste Tú" e "Que quieres de mí". 
Em 2017 em parceria com Daddy Yankee, Luis Fonsi lançou a música "Despacito" que viralizou no mundo todo e se tornou o maior sucesso da carreira do cantor. Em Abril de 2017, foi lançado um remix com o cantor Justin Bieber chegou ficou 16 semanas em número um na Billboard Hot 100 dos EUA. Em Novembro de 2017, o cantor participou da música "Échame la Culpa" com a cantora Demi Lovato. 

J Balvin 

José Álvaro Osorio Balvin, nascido em 7 de Maio de 1985, conhecido como J Balvin é natural de Medellín na Colômbia. Em 2010, Balvin lançou seu álbum de estreia chamado "Real" e escolheu a música "Ella Me Cautivó" para trabalhar o disco, chegando ao número 35 da parada de Tropical Songs norte americana. Em 2011 e 2013, o cantor lançou os discos "El Negocio" e "La Familia" com o single "En Lo Oscuro" que ficou em primeiro lugar na tabela Colombiana. 
"La Familia" ficou entre as 40 primeiras posições de tabelas como "Heatseekers albuns", "Latin Albuns" e "Latin Rhythm Albuns". J Balvin também participou de remixes de músicas como "Blurred Lines" com Robin Thicke e Pharrell Williams e T.I, além de uma versão de "The Way" da cantora Ariana Grande. Também gravou uma versão rumba de "Maps" do grupo Maroon 5 e da versão latino remix de "Sorry" do Justin Bieber.
Em 2016, lançou o CD "Energia" que teve com singles as músicas "Ginza", "Bobo", "Safari" e "Sigo Extrañándote" e foi indicado ao Grammy Latino na categoria "melhor álbum de música urbana". O cantor fez uma parceria com a Anitta para divulgar "Ginza" no Brasil.
Em 2017 lançou "Mi Gente" que acabou tirando "Despacito" do primeiro lugar do top global no Spotify e logo em seguida lançou um remix da música com a cantora Beyoncé. Também em 2017, lançou "Downtown" com a cantora Anitta, repetindo a parceria logo no começo de 2018 com "Machika". Em Maio de 2018, lançou seu quinto trabalho em estúdio chamado "Vibras" com singles como "Mi Gente", "Machika", "Ahora" e "Ambiente". 
Image Map
TECNOLOGIA BLOGGER - DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO HEART IDEAS