15 de mar de 2015

Últimos Segundos


16 de Março de 2010

Já estava anoitecendo e eu ainda não tinha arrumado minhas malas para a viagem da minha vida. Sim, finalmente eu iria realizar meu sonho e conhecer Los Angeles! Nem acreditava que em poucas horas eu estaria nos EUA dando uma de turista e tirando muitas selfies em lugares famosos.

Me despedi dos amigos da faculdade e fui correndo pra casa já esperando minha mãe tagarelando na minha cabeça que eu nem tinha arrumado as malas, pra eu tomar cuidado em LA, pra não beber muito, enfim, aquele blábláblá de mãe preocupada com seu filho. Entrei em casa e já fui logo dizendo “ok, já sei, estou indo, boa noite” e subi para meu quarto, coloquei minha playlist de viagem para tocar e fui arrumar minha mala.

Olhei para o relógio e já era mais de meia noite, precisava dormir porque ao amanhecer o dia seria longo.

Já estava dentro do avião esperando o mesmo decolar, estava tão excitado com essa viagem que até me esqueci do medo de voar, só queria chegar logo em Los Angeles e turistar, quem sabe encontrar aquele ator de maravilhoso que eu amo? M-E-U D-E-U-S!

Depois de alguns minutos finalmente o avião levanta voo e digo adeus ao Brasil com um sorriso no rosto e mil planos na cabeça.

Mais ou menos 1 hora depois, senti que havia algo errado com o avião, não era apenas uma turbulência, pelo menos era o que a expressão do rosto da aeromoça estava transmitindo. O pessoal que estava viajando também perceberam algo errado, algumas crianças que estavam no voo começaram a chorar de medo porque o avião balançava muito, logo a aeromoça avisou que estavam com problemas e pediu que ficássemos calmos.

Alguns minutos depois o pânico já estava instalado dentro do avião, todos já estavam orando e pedindo por suas vidas, o avião começa a perder altitude, era claro que algo muito ruim iria acontecer com a gente e eu não conseguia pensar em nada, era como se eu simplesmente tivesse parado de funcionar, não conseguia esboçar nenhuma reação.

É fato, o avião estava caindo e todos nós iriamos morrer.

Olhei pela janela e vi que restavam poucos segundos para que algo pudesse ser feito, peguei o celular que estava no meu bolso e tentei escrever o mais rápido que pude: Mãe, te a


- ACORDA MAURO! Acorda logo, ou você vai perder seu voo! 



Esse post faz parte do tema da quinzena do projeto "Blogagem Coletiva" do grupo no facebook Blogs Up

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Menino do céu, que alívio que bateu no final, já estava na agonia quando ele não havia terminado a mensagem. Belo texto, ficou ótimo!
    Estou conhecendo seu blog agora, e seguindo, parabéns pelo trabalho. Beijos
    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Natalia! Não podia deixar o Mauro morrer né? Não sei se ele teve coragem de viajar depois de um pesadelo desses, isso fica para outra história haha
      Obrigado pelo comentário :D

      Excluir
  2. Adorei,a gente perde o fôlego,mas aí quando ele acorda é tipo "ufaaa",ficou bom demais,parabéns :D
    Beijos ^.^
    www.littlewonderscrm.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jennyfer!
      Ufa mesmo, seria muito trágica essa história caso algo de ruim acontecesse haha
      Obrigado pela visita :D

      Excluir
  3. Nossa! E já estava nervosa na metade do texto, kkk... Muito bom! =)

    Beijos, Pri
    VINTAGEPRI

    ResponderExcluir
  4. Ai que susteeeeeeenhooooooooooo que você me deu!!!!
    Ainda bem que foi apenas um sonho ruim!
    RS!!!!

    Blog Querido Deus,obg por me exportar!

    ResponderExcluir

Image Map
TECNOLOGIA BLOGGER - DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO HEART IDEAS