23 de set de 2015

Eu entendi o recado


A gente tinha meio que um lema “nunca vamos deixar ninguém nos separar” e foi assim por alguns anos. Acredita que eu já pensei em propor que fizéssemos uma tatuagem de amigos? Tipo aquelas bonitinhas que a gente vê pelo tumblr. Ainda bem que eu sempre fui a parte da amizade que pensava duas vezes, neste caso, pensei três ou quatro e resolvi esperar mais um pouco. Dizem que as melhores coisas são aquelas que começam do nada, mas eu sempre desconfiei disso, tudo que começa do nada pode terminar do nada também. Eu adoro construir, seja um castelo de cartas ou uma amizade como foi a nossa, mas o que eu não esperava é que como o castelo a amizade também poderia cair por terra. Quem mandou não prestar atenção nos sinais do tempo? Nossa relação era tão ensolarada que eu não previ as tempestades e vendavais que poderiam acontecer.

No fundo eu acho que levo tudo a sério demais, como já disse antes, era eu quem pensava duas vezes e não era por mim, era por nós. Eu sempre pensei no que poderia ser bom e às vezes te esmagava com meus argumentos incisos e incontestáveis. Eu sei disso. Mas olha, eu sou assim. Eu te disse desde a primeira vez que nos vimos. Porque eu ainda me lembro da primeira vez. Conversa tímida, chuva, bebidas, segredos e risadas, talvez não nessa ordem descrita, mas foi assim: você me identificou e eu te identifiquei. E o resto é história.

Eu queria dizer que não tenho mais a oferecer do que a minha sincera e preocupada amizade. Eu sei que assim como as estações do ano, as pessoas também estão sujeitas a mudar e cá entre nós, eu sempre gostei do mais do frio e você do calor, mas a gente conseguia manter um equilíbrio.
O mais engraçado e trágico disso tudo é que não deixamos ninguém nos separar, fomos nós mesmos os responsáveis por essa distância existente.

Foi mal por correr atrás, finge que foi engano. Fica bem aí.  

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Alef!! Se eu contar que fiquei pensando sobre o assunto no fim de semana?
    Amigos que se distanciaram do nada, sempre tentei buscar reaproximação, mas cansei...
    Acho que sou como você, penso demais .. =/

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir
  2. Meu deus que texto lindo Alef, senti uma ponta de saudade de um velho amigo que guardo aqui no peito, desses que a gente sabe que é pra vida toda.
    Parabéns, adorei. ♥

    ResponderExcluir
  3. Que belo texto! você se expressa muito bem!
    Todo mundo já se decepcionou nesse ramo da vida né? As vezes nos culpamos e até sofremos achando que fizemos algo errado, eu pensava assim, até realmente perceber que eu sempre me doei e fazia as coisas de coração para todos os que perdi.
    Eu também tenho um blog de textos e crônicas, te convido a conhecer:
    www.pensapequena.com

    ResponderExcluir

Image Map
TECNOLOGIA BLOGGER - DESIGN POR SUSAN SANTOS | PROGRAMAÇÃO HEART IDEAS