Moda sustentável e pessoas gordas

Moda sustentável e pessoas gordas

A conversa sobre moda sustentável já acontece há algum tempo, mas depois que a loja She In se popularizou na internet pela diversidade de roupas e preço barato o debate sobre o consumo desenfreado e sem propósito voltou e com ele algumas problemáticas que também precisam serem discutidas.

Já é sabido que existe um problema de classe ao falar de moda sustentável, afinal é um privilégio poder escolher marcas que vendem roupas ecológicas e sustentáveis visto que essas roupas geralmente são mais caras por motivos de serem feitas de forma artesanal e não em larga escala, como acontece com grandes lojas de fast fashion.

Também existe outra problemática que vamos falar sobre neste texto que é a falta de variedade de tamanhos disponíveis em marcas que se dizem sustentáveis.

Para além dos preços altos, pessoas gordas não conseguem encontrar roupas consideradas sustentáveis em tamanhos maiores e pior que isso pessoas gordas mal conseguem encontrar roupas em lojas de fast fashion.

É bem recente o lançamento de roupas plus size em lojas de fast fashion no Brasil e mesmo assim existem diversos problemas como a pouca variedade de tamanho, de estampas, recortes, preços altos e claro a falta de roupas para homens gordos.

O que quero dizer é: comprar roupas com mais facilidade ainda é uma novidade na vida de pessoas gordas. Especialmente roupas que estão “na moda” e que sejam um pouco mais baratas.

Moda sustentável plus size

Mesmo sabendo que ter um estilo de vida sustentável é algo que todos deveríamos estar buscando, inclusive quando falamos de moda, me parece um pouco desonesto cobrar pessoas gordas sabendo da omissão que sempre ocorreu e ainda ocorre quando falamos de roupas plus size.

Eu não consigo me sentir culpado por estar feliz em finalmente encontrar roupas para mim em lojas de fast fashion mesmo sabendo de todas as problemáticas que envolvem essas lojas. Porque para pessoas como eu, ou seja, pessoas gordas e pobres nunca houveram outras opções, nem mesmo roupas em brechós ou até de segunda mão afinal pessoas gordas literalmente usam suas roupas até o fim sabendo da pouca oferta existente no mercado da moda.

A palavra “sustentável” vem do latim “sustentare” que significa sustentar, defender, favorecer, apoiar, conservar e cuidar.

É necessário que o movimento sustentável encontre uma forma de incluir todas as pessoas e todos os tamanhos. Você não pode se considerar parte de algo que não te apoia. E você não pode boicotar sua única opção de compra.

Conhece marcas de moda sustentável inclusivas? Comente!

Tags:

Sobre o Autor

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  1. Eu adorei a forma como você abordou esse assunto, deixando claro todas as variáveis que fazem parte da moda de uma pessoa gorda e pobre.
    Foram anos até achar algo que acolhesse o meu corpo gordo e agora que achei não tem como boicotar, sendo que é a única opção que consigo pagar.
    Ainda assim, sei que não é uma opção que acolhe a todos os corpos gordos e entendo que estamos caminhando processo de fazê-lo acontecer, não podemos simplesmente abrir mão disso tudo, é uma luta gigantesca.

    • Exatamente Tatiane. Que pessoas gordas não sejam esquecidas nesses movimentos que são importantes, mas acabam nos deixando de lado.
      Muito obrigado pelo comentário.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.